Elena Desserich, era uma garotinha de 6 anos normal, assim como qualquer outra de sua idade. Ela adorava a cor rosa, desenhar e seu sonho era ser professora algum dia quando estivesse maior. Porém, seus planos tiveram que ser interrompidos de repente quando os médicos descobriram que ela tinha um tipo de câncer em seu cérebro o qual não tinha cura ​​e por isso, deram a menina, apenas três meses de vida.

PUBLICIDADE

Para garantir que a menina iria aproveitar muito bem o pouco tempo de vida que lhe restava, seus pais decidiram omitir para ela a sua real condição.

Depois de alguns dias, Elena começou a ficar tão doente que passou a ter problemas para falar e para se alimentar. Para conseguir falar com sua família, ela passou a se comunicar através de algumas cartinhas e para a infelicidade deles, ela acabou morrendo em agosto de 2007.

Porém, o que eles nem imaginavam, era que a menina quando ainda estava viva, escondia alguns desses bilhetes, os quais ela espalhou pela casa toda, ou seja, ela sabia mais sobre o seu problema do que seus pais poderiam imaginar.

Tinha cartinhas no meio dos pratos, nos livros, dentro de gavetas e em muitos outros lugares, em todos eles, a menina dizia o quanto amava a sua família. Em um deles, ela chegou a se desculpar com seu pai pelo fato de estar tão doente.

PUBLICIDADE

Durante alguns meses após a morte da menina, os seus pais ainda continuaram a encontraram os bilhetinhos escritos por ela que estavam por toda a casa. Cada um que era encontrado, era como se fosse um soco no estomago para eles, pois lembrava a eles que sua filha tinha morrido. Mas por outro lado, era como uma bênção, pois lembrava que ela tinha os amado muito durante o curto espaço de tempo que ela teve de vida.

Enquanto alguns bilhetes diziam apenas ‘eu te amo’, já outros tinham mais detalhes, tinham como decoração belos desenhos e corações. Em algumas mensagens, ela chegou a escrever dicas para sua irmãzinha para que ela estivesse preparada para ir para a escola.

Depois de juntar todas as cartinhas, os pais de Elena publicaram um livro que conta a história e passaram a compartilhar as suas mensagens pelo mundo. No título da obra, eles deram o nome ‘Letras deixadas para trás’ (Letters Left Behind).

Os rendimentos do livro de Elena, foram doados pelos seus pais para grupos de apoio para pacientes com câncer.

Fonte: http://vcbela.com/essa-menina-de-6-anos-morreu-tres-dias-depois-sua-mae-encontrou-algo-em-sua-gaveta-de-meias-que-a-deixou-confusa/

 

PUBLICIDADE

Gostou? então deixe seu like!