Policial pede prova de amor absurdo para amante: “ter relações com sua filha”

ona6-620x350Uma jovem de apenas 14 anos, descobriu no celular da sua mãe, uma conversa absurda entre ela e seu amante, que é policial militar.

PUBLICIDADE

Indignada com o que estava escrito, ela passou a conversa no whatsapp para uma terceira pessoa que não teve o nome identificado. Logo os print da conversa espalharam-se pela rede, e a polícia então acabou sendo notificada.

Na conversa entre a mãe da jovem e seu amante, ele pedi para ela que dope as duas filhas, a de 14 anos e outra de apenas 4 anos, para que pudesse ter relações íntimas com as crianças, como prova do amor da mulher por ele.

Ou seja, para que a mulher pudesse provar que amava o policial, ela teria que abrir mão da virgindade das filhas.

Veja o texto:

PUBLICIDADE

“Hoje à noite você terá a chance de me dar a maior prova de amor do mundo, que é sua própria filha”, diz a mensagem. “Ela é virgem, ela que tem que escolher com quem vai perder a virgindade, não eu”, argumenta a mulher. “Se você deixasse, dava para fazer tudo e ela nem acordaria. Ninguém nunca saberia, só eu e você. Realiza esse sonho meu, eu ia acabar de vez com essa obsessão”, rebate o PM.

As informações foram repassadas para a polícia e de acordo com o portal Correio e Diário do Sertão, o policial envolvido é do Ceará.

Após depoimento do policial envolvido, ficou comprovado que ele  tentou convencer a mãe das duas meninas(4 e 14 anos) a dopá-las  para ter “relações íntimas” com elas.

Segundo o comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, major Rômulo Ferreira de Araújo, a confissão do policial foi confirmada.

Veja as conversas entre a mãe e o policial militar:

ona5-385x1024 (1)

PUBLICIDADE