ANVISA proíbe comercialização de uma marca de anticoncepcional por causar riscos a saúde.


Uma marca teve sua comercialização proibida em todo país por oferecer risco a saúde das mulheres.

Um dos métodos contraceptivos é o anticoncepcional, que tem o dever de funcionar na prevenção a gravidez. Porém, uma marca teve sua comercialização proibida em todo país por oferecer risco a saúde das mulheres.
E importante ressaltar que cada método tem seus prós e contras. E a decisão de utilizar determinado método e inteiramente da mulher que vai fazer o seu uso. Por outro lado, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA pode ajudar a tomar essas decisões, já que ela atua tentando prevenir que os consumidores desenvolvam problemas de saúde ao utilizar determinados produtos. Com base nisso, a ANVISA proibiu, de forma permanente, o método contraceptivo “Essure”, fabricado pela Bayer.
Funcionamento do método “Essure”: O objeto feito de titânio é colocado nas trompas e age como um escudo, não deixando que o esperma chegue e fecunde o óvulo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
O objeto é inserido nas trompas e funciona como um escudo.

 A ANVISA destacou que, por meio de dados científicos calculados pela agência, chegou-se a conclusão de que há a probabilidade de haver um desregulamento menstrual, fortes dores, como é inserido no corpo, o item estava propenso a causar perfurações e até sair do local em que deveria estar alojado, tendo como efeito colateral a gravidez.
Com a nota de proibição, o método contraceptivo teve sua comercialização interrompida no Brasil.
Segundo a empresa, ela não entende o motivo da proibição e que estará pesquisando as possíveis causas.

PUBLICIDADE

Gostou? então deixe seu like!

Deixe seu comentário

log in

Become a part of our community!

reset password

Back to
log in